Aurélio Aquino - verbos

Assim se invente a vida, coisa de não sofrer, jeito de ser querida

Textos
Haikais (2) Poesias (398)
Título Categoria Data Leituras
A bailarina Poesias 17/02/06 157
a cada um de tudo Poesias > Pensamentos 04/08/08 51
À tarde Poesias > Social 15/01/06 36
Afeto Poesias > Social 21/01/06 25
Algum verso Poesias > Pensamentos 14/03/13 15
Ancestrais Poesias > Pensamentos 04/03/12 22
anotações ao redor do tempo Poesias > Pensamentos 13/09/09 34
Antagônica Poesias > Pensamentos 21/02/09 29
ao povo Poesias > Pensamentos 02/01/08 43
Aos moldes de cordel, com entrelinhas Poesias > Pensamentos 29/07/15 29
arquitetura e drama Poesias > Pensamentos 14/01/07 16
Auto de ano novo em resumo e amplidão Poesias > Saudade 06/07/06 35
Baía da Traição Poesias > Pensamentos 04/05/08 26
Balada ao menino da Etiópia Poesias > Social 12/03/10 18
Balada aos estádios de minha pátria Poesias > Social 02/04/10 20
Balada civil de contemporânea forma Poesias > Social 21/03/10 10
Balada de urgente lógica Poesias > Pensamentos 18/12/14 9
Balada patriótica e arruamentos gerais Poesias > Pensamentos 03/06/14 6
Baladinha esotérica com laivos filosóficos Poesias > Pensamentos 10/01/14 9
Caminhares de verbos e anseios Poesias > Pensamentos 27/03/10 19
Página 1 de 20 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras