Aurélio Aquino - verbos

Assim se invente a vida, coisa de não sofrer, jeito de ser querida

Textos
Haikais (2) Poesias (406)
Título Categoria Data Leituras
consumo Poesias > Pensamentos 22/05/10 33
De verbos e informes Poesias > Pensamentos 02/05/10 50
Discurso da morte Poesias > Pensamentos 21/04/10 30
Clandestinidade Poesias > Social 21/04/10 24
Da vida e outros dramas Poesias > Pensamentos 20/04/10 22
Do exercício da paz Poesias > Pensamentos 14/04/10 33
Poema de manhã e luta Poesias > Pensamentos 05/04/10 40
Dizeres a Ângela Maria Poesias > Pensamentos 05/04/10 21
Patriótica Poesias > Pensamentos 02/04/10 14
Das impresenças consentidas Poesias > Pensamentos 02/04/10 20
Dos tempos e das vidas com parcimônia e gestos Poesias > Pensamentos 02/04/10 25
Menção a Frederika Poesias > Social 02/04/10 22
Poema ao retrato de Olga Benário Prestes Poesias > Social 02/04/10 244
Balada aos estádios de minha pátria Poesias > Social 02/04/10 20
Cósmica e nem tanto Poesias > Recordações 02/04/10 12
Gestos e efemérides Poesias > Pensamentos 02/04/10 10
Versos a Haroldo Poesias > Pensamentos 02/04/10 20
Dizeres de algum futuro Poesias > Pensamentos 28/03/10 34
quereres Poesias > Social 28/03/10 15
Dizeres em conflituosa rima Poesias > Social 28/03/10 15
Página 11 de 21 « 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras