Aurélio Aquino - verbos

Assim se invente a vida, coisa de não sofrer, jeito de ser querida

Textos
Haikais (2) Poesias (398)
Título Categoria Data Leituras
Sonata de introspecção Poesias > Amor 15/11/14 8
ode a minha amada por qualquer data inexpressiva Poesias > Amor 15/11/14 8
ode a minha mulher por culpa do seu não aniversário Poesias > Amor 15/11/14 8
Ode de um amor preciso Poesias > Amor 15/11/14 12
Poema a Lane num sono qualquer de sua vida Poesias > Amor 15/11/14 7
Ode à amada em vésperas de eclipse Poesias > Amor 15/11/14 4
Das avenças e dos ritmos Poesias > Pensamentos 15/11/14 8
Pequeno excerto de coletivos modos Poesias > Pensamentos 11/11/14 8
Das mesuras da vida em tamanhos Poesias > Pensamentos 24/10/14 8
Poema a meu povo em dias de premonição Poesias > Pensamentos 20/10/14 8
De mim e outros Poesias > Pensamentos 11/10/14 10
Ode de infância em passo Poesias > Pensamentos 29/09/14 7
Dos vôos do povo nos ombros do futuro Poesias > Pensamentos 28/09/14 10
Dos passos da vida e suas ingerências Poesias > Pensamentos 20/08/14 10
Das medidas e dos enredos Poesias > Pensamentos 02/08/14 12
Pequena balada militante Poesias > Pensamentos 28/07/14 12
Da panfletária razão da luta Poesias > Pensamentos 22/07/14 5
Dos ganhos e das perdas em singelo enredo Poesias > Pensamentos 12/07/14 12
Dos verbos e sua andança Poesias > Pensamentos 09/07/14 12
Dos métodos e divisões da alma Poesias > Pensamentos 07/07/14 11
Página 4 de 20 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras