Aurélio Aquino - verbos

Assim se invente a vida, coisa de não sofrer, jeito de ser querida

Textos

Da maternidade e alguns indícios


Pedaço de ti
sempre me informas
como discurso de mim
em todas tuas portas
nasço a cada riso
em que te postas
e bebo as manhãs
quando me mostras

meu tempo
é cada palmo da razão
daquilo que me inventas
guardadas as proporções
e todos os caminhos
que teus olhos orientam

invólucro de mim
segues pela vida
como uma bandeira hasteada
em todas minhas lidas.
Aurélio Aquino
Enviado por Aurélio Aquino em 09/05/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (por Aurélio Aquino). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras